banner_dominicanas1 banner_dominicanas2 banner_dominicanas3 banner_dominicanas4 banner_dominicanas5 banner_dominicanas6 banner_dominicanas7

GRUPO LEA REZA O TERÇO NA CAPELINHA DAS APARIÇÕES

No dia 10 de Junho o TERÇO das 18h30, que é transmitido em directo, desde a Capelinha das Aparições, em Fátima, através de alguns meios de comunicação social, foi preparado e orientado por uma representação do Grupo LEA e com a participação dum numeroso grupo de Crianças do Externato Paulo VI, de Braga, que teve a seu cargo o 2º Mistério e a animação dos cânticos.

Como nesse dia foi feriado e vésperas da solenidade do Corpo de Deus, havia muitos motivos para incluir na reflexão e oração de cada um dos Mistérios: Festa do Anjo de Portugal, Peregrinação Nacional das Crianças, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades ... sem esquecer, claro, a dimensão Missionária, que nestes Terços não pode faltar...Era de festa e alegria o ambiente que se via e respirava. No final e antes de nos separarmos, até se fez um agradável pic nic surpresa!!!..

Cabe partilhar aqui um testemunho, sobre a "força transformadora"que a oração do Terço pode ter . Aconteceu com uma das pessoas que, neste dia, rezou o Terço em Fátima.

Como ela tem um cargo de chefia, num serviço público, acontece, praticamente todos os dias, que tem que prolongar o seu horário de trabalho, porque este é muito. Quando as circusntâncias o permitem, ela gosta de abrir, às 18h30, o RR. para seguir a transmissão diária do Terço. Aconteceu que um dia lhe entrou no Gabinete um senhor, por certo também "grande", muito, muito zangado, a gritar e a reclamar algo. A conversa do senhor continuava bem azeda, mas às tantas começou a parecer-lhe que estava a ouvir a oração do Terço. A Senhora tinha-se esquecido de desligar o rádio e nem se dava conta que ele continuava a emitir. O tom de voz do que reclamava foi baixando, para ter a certeza que era verdade o que lhe parecia ouvir e, às tantas, disse: ' ah, mas eu estou ouvir rezar o Terço!...'. A Senhora pediu-lhe desculpa por se ter esquecido de desligar o rádio, mas ele é que começou a pedir-lhe muita desculpas pela sua atitude, nada educada, de facto. A partir desse momento a conversa decorreu com toda a serenidade e até se tornaram amigos."

 

 

A PÁSCOA

 

Casualmente ao folhear um livro deparei-me com um bonito texto sobre a Páscoa. Pensei “ nada mais adequado para o mês de Abril, mês em que celebramos esta festa tão importante para a Igreja. Gostaria de o partilhar convosco:

«A Páscoa é sempre uma ocasião para reconhecermos que Deus gosta de nós, e gosta de forma séria e comprometida. Só veremos em profundidade as consequências disto mesmo quando o nosso olhar se voltar com ternura para aquilo que somos e com seriedade para aquilo que vamos fazendo connosco em cada dia. É essa a grande mensagem de toda a vida de Cristo, realizada nas atitudes e procedimentos que utilizou, levada ao extremo na morte.

Por isso, o convite que Cristo nos faz em cada dia é que abracemos a nossa história, a própria descoberta daquilo que somos. Pessoas com defeitos e virtudes, com fragilidades e aspectos mais fortes, com heranças e singularidades, e mesmo assim somos únicos e irrepetíveis.

Não são estas realidades que tornam má ou desprovida de sentido a nossa vida, mas sim a forma como as utilizamos e como lidamos com elas. “Tao Te king”, um livro escrito cerca de 500 anos antes de Cristo, fala-nos de forma tão bela desta dura caminhada: “Os raios convergem para o centro da roda, mas é o espaço vazio entre eles que permite o veículo andar. O oleiro modela o barro para fazer um copo, mas é o espaço vazio no centro que faz com que o copo seja útil.

Uma casa é construída de madeira sólida e dura, mas é o espaço vazio dentro dela que nos permite habitá-la.” Um pensador oriental comenta este excerto dizendo “Deus não julgará o copo, mas o que colocamos lá dentro. Não julgará a roda, mas para onde conduzimos a nossa carruagem. Não julgará as paredes da casa, mas a harmonia que colocamos no seu interior.”»

Manuel Augusto

19 encontro LEA

LEIGOS EM ASCENSÃO

No passado dia 21 de Março, no Porto, houve mais um Encontro dos LEA – Leigos em Ascensão e, como sempre, foi muito agradável. 
O início da Primavera presenteou com um belo dia de sol e as Irmãs do Porto com um belo café da manhã, para começar em beleza.

Durante a manhã, o Dr. Carlos Abrunhosa de Brito falou sobre o tema “A Falência do Sistema Económico…Uma oportunidade?”. Fez-nos perceber que a crise, ou melhor, a sua recuperação, depende de cada um de nós. Cabe a cada um de nós fazer a diferença, cabe a cada um de nós estar disponível para… Terminou a sua reflexão com uma bela frase: “Não existe crise. Existe sim, uma propaganda negativa e destruidora feita pelas emissoras de televisão em troca de audiência. Desligue a televisão e trabalhe. Você surpreender-se-á com o seu sucesso. “ (Arnaldo José da Silva)

Durante a tarde, o Grupo, em outros assuntos, apresentou algumas ideias para o Projecto Comum e ficou-se a saber um pouco mais sobre o próximo Encontro, que irá decorrer em Maio, em Monsanto da Beira.

Como sempre, o Grupo teve direito a mais umas belas iguarias (de realçar os Rojões à Moda do Minho) para se deliciar.

O próximo Encontro ficou então marcado para os próximos dias 30 e 31 de Maio, onde a Natureza nos vai ajudar a reflectir.


 

 

 

CONVOCATÓRIA PARA O 19º.ENCONTRO

OLÁ, a todos os Leigos em Ascensão!

Como bem se recordam o nosso próximo encontro está marcado para o dia 21 de Março, no Jardim Flori, no Porto.
O Dr. Abrunhosa de Brito reflectirá connosco sobre o pertinente tema “A Falência do Sistema Económico…Uma oportunidade?”.

A ordem de trabalhos proposta é a seguinte:

  • 10h 30m – Acolhimento (café e bolinhos)
  • Oração da manhã
  • Reflexão sobre o tema “A Falência do Sistema Económico…Uma oportunidade?”
  • 13h/13h e 30m – Almoço/Descanso
  • 14h/14h e 30m – Aprovação da acta do encontro anterior
  • Notícias
  •  Decisão sobre a prenda simbólica a oferecer aos jovens participantes do IDYM
  • Apresentação das ideias para o nosso projecto comum (não se esqueçam, tragam as vossas propostas)
  • Terço em Fátima
  • Avaliação da participação no site das IMDR
  • Intercâmbio Centro Social do Bairro 6 de Maio/Jardim Flori
  • Próximo encontro – 30/31 de Maio, em Monsanto – ponto da situação
  • Avaliação da conferência “Retratos de família”, realizado no Porto
  • Contas
  • Outros assuntos
  • Oração final 

Agradecemos que confirmem a vossa presença até ao dia 17 de Março.

Um abraço para todos
Porto, 07 de Março de2009
Xana e Ana Miranda

O AMOR

"Quero amar-te sem te asfixiar,

apreciar-te sem te julgar,
unir-me a ti sem te escravizar,
convidar-te sem te exigir,
deixar-te sem me sentir culpada,
criticar-te sem te ferir e ajudar-te sem te desprezar.
Se puder obter o mesmo de ti,
então poderemos realmente encontrar-nos e enriquecer-nos mutuamente."

Virgínia Satir

O amor…

… são as rosas vermelhas, que custam o triplo em relação ao resto do ano?
… são os postais com lindos corações e belas palavras?
… são as montras bem enfeitadas, com os presentes mais originais?

Não…

O que é afinal o AMOR?
O que é um NAMORO?
O que é um CASAMENTO?

Tantas perguntas com tantas respostas possíveis.

Com o mês de Fevereiro, chega o Dia dos Namorados e todo o marketing que se lhe associa. E é isso que vale a pena? Atrevo-me a dizer que não!

Amar é difícil, muito difícil…
Requere muito empenho, dedicação e cuidados. 
Infelizmente, nos dias que correm, há muito quem desvalorize a importância deste bem precioso da vida: o AMOR!
Feliz de quem encontra um verdadeiro amor e, sobretudo, parabéns a quem o sabe manter, alimentando-o diariamente de gestos e palavras ou até de um oportuno silêncio. Abençoado é quem o faz e recebe em troca.

Feliz de quem sabe fazer da vida um verdadeiro namoro e que, num caminho a dois, é capaz de dizer como Saramago a Pilar: "Se eu tivesse morrido aos 25 anos, antes de te conhecer, morreria muito mais velho do que serei quando chegar a minha hora."

ENTRADA – PÃO ALENTEJANO

*. 1 Pão alentejano

*. Orégãos
*. 1 frasco de maionese
*. 3 linguiças
*. 1 embalagem de queijo ralado para gratinar
*. Cebola picada
*. 3 ou 4  dentes de alho picado

Juntam-se todos os seguintes ingredientes : orégãos, maionese,  linguiças, queijo, cebola e alhos. Trituram-se todos com a varinha mágica. Corta-se a parte de cima do pão e por esse “buraco” retira-se todo o miolo do mesmo. No vazio do pão é posto tudo o resultou da trituração. Por cima põe-se mais alguns orégãos e vai ao forno a gratinar, aproximadamente 20 minutos.

Nota: A códea e o miolo que se retiraram ao pão, podem cortar-se aos bocadinhos e torrarem-se para depois acompanharem a entrada.  Se não se quiser, pode saborear-se este petisco usando tostas.

 

A INFLUÊNCIA EM NÓS DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

"No dia 24 de Janeiro teve lugar em Campolide - Lisboa - mais um Encontro dos LEA - "Leigos em Ascensão" - e foi muito bom.

O jornalista João Pedro Mendonça foi excelente na reflexão que nos "obrigou" a fazer, sobre "A influência em nós dos Meios de Comunicação". Convenceu-nos que não podemos ser uns receptores "preguiçosos" e passivos, como acontece na grande maioria das vezes e das pessoas.

A parte da tarde foi dedicada aos assuntos próprios da vida do Grupo e ficaram alguns desafios, como o de todos pensarem e levarem propostas para o próximo Encontro, a fim de se fazer a escolha dum PROJECTO COMUM (acção concreta ) que envolva todo o Grupo.

Foi pena que não tivesse participado ninguém do Porto, mas o mau tempo que se anunciava, apelava à prudência.

Nestes Encontros as refeições são sempre momentos muito bons de convívio, de partilha, de saberes e sabores culinários e gastronómicos e como têm aparecido verdadeiras delícias, decidiu-se criar, em breve, neste site, uma secção com algumas das receitas mais apreciadas.

A linda e quentinha lareira com que o Fernando e a Amélia nos acolheram, ajudou muito ao ambiente familiar que se viveu.

O próximo Encontro será, se Deus quiser, no Porto, - Colégio Flori - no dia 21 de Março.
O tema a reflectir será "A falência dos sitema financeiro: o nosso envolvimento solidário com as vítimas e a oportunidade de novos valores".
Em princípio será orientado pelo Sr. Dr. Carlos Abrunhosa de Brito, Presidente da Mesa da Assembleia da Associação de Pais do Colégio Flóri e economista.

Para os dias 30 e 31 de Maio ficou decido fazer-se um Retiro, em Monsanto da Beira, altura e lugar em que a Natureza ajuda, de modo muito especial, à reflexão e à oração".

Fotogalerias

Bairro 6 de Maio
Colégio Flori
Exposição missionária
Festa padroeiro
Capítulo
Fundadores
Moçambique
Mocambizade
Peregrinação Fátima
Semana Santa Moçambique