banner_dominicanas1 banner_dominicanas2 banner_dominicanas3 banner_dominicanas4 banner_dominicanas5 banner_dominicanas6 banner_dominicanas7

ASSEMBLEIA INTERCALAR DE PROVINCIAIS

A Assembleia de Provinciais e de Vigárias continua a realizar-se, com tempos de trabalho, de estudo, de oração, de animação e brincadeira! Os dias são bem cheios, mas dá tempo para tudo.

Continuar...

ASSEMBLEIA INTERCALAR DE PROVINCIAIS (2)

No segundo dia de trabalhos tivemos connosco a especialista Irma Dolores Arrieta, que ajudou a Assembleia a reflectir, duma maneira viva e dinâmica, o tema  "ENVIADAS EM MISSÃO NUM MUNDO SEM FRONTEIRAS", o que requer uma nova visão e estrutura dos Institutos e Congregações.
 

Continuar...

ASSEMBLEIA INTERCALAR DE PROVINCIAIS (3)

Depois da nossa visita às Irmãs de Pamplona e de Huesca, recomeçamos os trabalhos e foi o tema da FORMAÇÃO, a todos os níveis, que nos ocupou em primeiro lugar. Contudo, também os temas da ESPIRITUALIDADE, MISSÃO, VIDA FRATERNA voltaram a ser motivo de estudo, de reflexão e partilha. As  propostas de projectos futuros, a nível da Missão, apresentadas por cada uma das Províncias foram analisadas por todas e ajudaram-nos a optar e a assumir algumas prioridades

 

FECHO DA ASSEMBLEIA

O último dia da Assembleia foi dedicado a informações de cariz prático, perguntas, notícias, redefinição de perspectivas futuras, etc.

Na avaliação final confirmou-se o que todas sentíamos e íamos comentando umas com as outras: que a Assembleia tinha sido excelente pela partilha ampla e fraterna; pela atitude palpável de escuta e de busca de novos caminhos; pela coragem e determinação com que se definiu a criação de alguns Projectos que vão dar um rosto mais internacional a algumas das nossas Comunidades; pelos momentos de oração; pelo desejo sincero de fidelidade ao carisma missionário e de opção pelos pobres; pela experiência muito intensa da vivência da fraternidade universal, causada não só pela presença de irmãs dos vários Continentes, mas pelas muitíssimas mensagens que cada dia eram lidas e que provinham das Províncias, Comunidades ou de Irmãs. Sentimo-nos de facto, muito acompanhadas por toda a Congregação…Foi  bonito e bom!

A Ir. Dominga Garro, Coordenadora Geral, teve a última palavra e convidou-nos a ser corresponsáveis com todos os sonhos partilhados estes dias e na realização dos que ficaram já definidos.

Contudo a EUCARISTIA foi a “chave de ouro” com que se fechou a Assembleia, e o que mais brotava do coração era o louvor e a acção de graças.

Participaram na Assembleia 20 Irmãs, provenientes dos seguintes lugares:

África: Guilhermina Firmina, Inocência Costa, Ana Maria Acedo
América: Eneida Galarce, Faustina Posada, Irene Farro, Dolores Otazu, Zully Rojas, Carmen Gracia, Benita Toj.
Europa: Deolinda Rodrigues, Nieves Escanciano
Asía: Mary Joseph, Milagros Guarte, Asunta Fang Li
Conselho Geral: Dominga, Conchita, Isabel, Juana Mary, Julia María

Depois foi chegando a hora dos abraços, do adeus… e custou, porque se criaram laços de amizade, de comunhão…

Visita às Irmãs de Pamplona

Nos dias 16 e 17, fomos visitar as nossas Irmãs de Pamplona, que gastaram as suas vidas nas mais diversas missões, espalhadas pelos 4  cantos do Mundo. Os encontros com estas Irmãs são sempre muito festivos, emotivos e barulhentos, pois todas querem falar, contar, perguntar. Como é natural, cada uma procura, sobretudo, saudar e falar com as Irmãs que trabalharam na Província de cada uma das Visitantes.

Continuar...

BODAS DE OURO da Ir Maria José Matias

BODAS DE OURO

Em Vós Senhor, eu pus a minha esperança. Sois o meu Deus
Toda a minha vida está nas vossas mãos!


A Ir Maria José Matias celebrou as suas Bodas de Ouro no dia 27- 09 - 2010 na Comunidade de Acolhimento – Lisboa.

Na celebração eucarística participada pelas Irmãs das Comunidades de Lisboa, a Ir. Maria José renovou a sua entrega ao Senhor e aos irmãos.

Fica o seu testemunho e acção de graças.

O que significaram estes Cinquenta anos de Consagração a Deus?
Uma caminhada diária na em Deus amor, que ama sem medida.

Na confiança que depositei n’Ele e na sua Palavra que é a Verdade, e na sua Presença, que fui sentindo ao longo da vida, ainda que oculta, e na total entrega e disponibilidade. No amor, e na caridade…

Um repensar e meditar as minhas atitudes, a minha maneira de ser. Sobretudo os momentos que passei junto do Sacrário, onde costumo ir a desabafar, a fazer-lhe alguns pedidos, ou simplesmente a escutá-lo, a estar…

Acção de Graças
A vós Senhor o meu louvor a agradecimento!!!

Senhor, obrigado pelo dom de vida que me deste.

Pelos meus pais que me criaram com muito amor e carinho, pelas minhas irmãs e de mais familiares.

Obrigado Senhor, por me teres convidado a seguir-Te, pelo Dom de Vocação, pelos cinquenta anos de Profissão Religiosa, que me concedes-te gozar…

Obrigado Senhor, pelas forças que me destes para lutar. Por me dares a valentia de arriscar a minha vida por Ti.

Obrigado Senhor, por me aceitares como testemunha do teu amor, e da tua ternura.

Obrigado Senhor, pelas alegrias, mas também pelos momentos difíceis.

Obrigado ainda pela minha comunidade, por cada uma das irmãs que a compões. Pela ajuda que todas e cada uma me têm dado.

Centro Social do Bairro 6 de Maio

Como a vida deste mês e meio que levo à frente do Centro Social do Bairro 6 de Maio, tem sido tão intensa e tão variada, tenho alguma – para não dizer muita! – dificuldade em partilhar a mesma.

1-COMUNIDADE:
É uma Comunidade quase toda “nova”, pois é constituída pelas irmãs: Maria José Matias, Paz, Isabel Sanches (chegou um pouco mais tarde) e por mim. A adaptação, integração e planificação, está a ser a nossa primeira tarefa

2-CENTRO SOCIAL

Novas dinâmicas:

*Criou-se um Grupo que se denominou “ Conselho de Gestão e Economia do Centro Social”, que já está a funcionar. É constituído por 4 Trabalhadores e por mim. Compete a este Conselho gerir e administrar todos os bens do Centro: contabilidade, finanças, compras, manutenção dos edifícios, fornecedores, donativos, etc. Mensalmente este Conselho deve prestar informações à Direcção.

*Criou-se um pequeno “Conselho de Bairro”, que é um Grupo de reflexão sobre a vida do mesmo.

Decisão difícil:
* Porque não tínhamos o número suficiente de inscrições para que o ATL pudesse funcionar, teve que se tomar a decisão de o fechar, o que supôs o despedimento da trabalhadora que o coordenava e isto custa sempre muito.
Na sequência desta decisão, reforçou-se e alargou-se o Projecto da sala de estudo.

Visitas:
Como sempre tem acontecido, o Centro Social e os nossos Bairros são sempre  procurados e visitados por muitas pessoas e pelos mais diversos motivos. Destaco, porém, algumas das últimas visitas:
Partidos e/ou Movimentos Políticos e Cívicos:
Como vivemos um período grande de campanha eleitoral, fomos visitadas por entidades: O MEP= O Movimento Esperança Portugal, o Partido Trabalhista e o MICA, que é um movimento cívico do Concelho da Amadora

Actividades:
Já quase todas as actividades arrancaram e algumas com bastante pujança, concretamente a alfabetização, a sala de estudo e o Batuque.

3- PASTORAL
É uma área onde todos estamos a apostar muito e a tentar dar o nosso melhor: Irmãs, Padre Dex, Padre Nóbrega, o Pároco, o Coordenador da Pastoral – contratou-se uma pessoa para esta área, que é o Carlos Azevedo – pessoas do Bairro, Voluntários, etc…

Tal como pediu a população, passámos a ter a Eucaristia dominical no Bairro, todos os Domingos, mas tentando envolver mais a população na sua preparação e animação. Vêm-se já alguns resultados e sente-se maior participação e interesse. Também se inscreveram mais de 20 adultos na Catequese, para se prepararem para os diferentes Sacramentos. Como manter e animar este entusiasmo??? É um grande desafio.

Em breve vamos ter a primeira reunião da área pastoral a que vimos chamando MISSÃO, e também queremos dar-lhe um novo impulso e uma nova dinâmica: vamos conseguir? Tem, sobretudo, que se contar com o SENHOR, claro!
As celebrações da Eucaristia passaram a ser feitas no espaço a que chamávamos “Centro Velho” mas, porque está restaurado, passou a chamar-se “Espaço Cultural”.

São alguns poucos traços da vida que se vai vivendo cá para os lados da Venda Nova.

Deolinda
(em nome das Irmãs e de todos os que aqui trabalham)

Fotogalerias

Bairro 6 de Maio
Casa Provincial
Colégio Flori
Capítulo
Fundadores
Moçambique
Mocambizade
Peregrinação Fátima
Retratos de Família
Semana Santa Moçambique