banner_dominicanas1 banner_dominicanas2 banner_dominicanas3 banner_dominicanas4 banner_dominicanas5 banner_dominicanas6 banner_dominicanas7

Ser Missionária

«Como o Pai me enviou, assim também Eu vos envio, diz o Senhor” (Jo 20,21)

Acudindo a este apelo e ao convite do Padre Abraão, Pároco de Canha, Taipadas, Faias, Santo Isidro, Cruzamento e Canha (Setúbal), às 8.00h da véspera da Celebração do dia Mundial das Missões batia à porta da casa paroquial de Canha.

Lá fomos, felizes, a caminho das Faias. A Igreja estava linda restaurada, limpa e com muitas flores. Antes de iniciar a celebração o P. Abraão sussurrou-me ao ouvido: Irmã aqui é apenas «um cheirinho» não há tempo. Lá fiz o que foi mandado: Ser Missionário foi convite que Jesus fez a todos os cristãos «ide e ensinai» Havia por ali algumas pessoas conhecidas, e foi grande alegria o encontro.

A seguir, sem perdida de tempo, fomos para o Santo Isidro, uma Igreja original que tem como pano de fundo uma pintura de lavradores, muito bonita.

Continuar...

Encontro de Formação Permanente das Irmãs da terceira etapa

  Bendirei ao Senhor toda a minha vida”

O encontro de Formação Permanente das Irmãs da terceira etapa decorreu do dia 23 a 26 de Outubro, na comunidade formadora de Mahotas. (Maputo).

Tinha sido programado a nível da Vigararia e precedido por um longo tempo de estudo e reflexão pessoal, entre outros documentos, do livro de Joan Chittister, “El don de los años”. O objectivo era de partilharmos o fruto desta reflexão e a experiência vivida por cada uma das seis irmãs que vivemos nesta etapa, na nossa jovem Vigararia.

Continuar...

Participação no Encontro de DVI

Quando recebi, há uns bons meses atrás, o Convite para participar no Encontro Mundial do DVI = Voluntariado Dominicano Internacional, que teve lugar em Roma,  de 20 a 25 de Outubro, como representante das “Comunidades de envio”, senti uma alegria imensa, porque não o esperava. Uma Irmã nossa, a Txaro, do Congo, representou as “Comunidades de acolhimento” e  5 Jovens representaram os ex-Voluntários.

O desejado dia 20 de Outubro chegou e a Manuela Fonseca, ex-Voluntária nossa e eu, fizemos a viagem, até Roma, mais concretamente até ao Convento de Santa Sabina.

Continuar...

TERMINOU MAIS UMA ETAPA - do Voluntariado de Jorge Mestre

 No passado dia 15 de Março, o Voluntário JORGE MESTRE, terminou, oficialmente, o seu segundo ano de Voluntariado, na nossa Missão de Oecussi, Timor.

Digo 'oficialmente ', porque o Jorge continua no Oécussi, a fazer, voluntariamente, as mesmas actividades que fez até agora, só que a partir dessa data tem, também, ao seu cargo a responsabilidade de implementar 4 Projectos, que a Cooperação Espanhola aprovou e patrocina, a favor do nosso Colégio desse enclave timorense e, por esta responsabilidade, recebe um pequenino ordenado. Este seu trabalho poderá ter a duração, aproximada de 14 meses, mas no Verão o Jorge pensa fazer uma visita rápida a Portugal.

Continuar...

Experiência de Profissão

“A quem enviarei? Eis-me aqui, envia-me a mim”
(Is. 6,8)

 

Em primeiro lugar quero agradecer a Deus por me ter acompanhado ao longo dos anos de formação e por ter chegado a este dia para o qual  há tanto tempo vinha-me preparando.

Não tenho palavras que expressem melhor os sentimentos do meu coração, para partilhar convosco o que foi dia 14 para mim. Todavia é o dia que marcou a minha história de vida, uma data na história, inesquecível, dia de muita alegria. Neste dia eu mesma dei o meu sim a Deus diante dos irmãos, a sua presença, para mim, aumentou a alegria que sentia.

 A festa começou com a celebração Eucarística às 8:30, na paróquia de Todos Santos das Mahotas, como já sabemos este foi o ponto culminante da nossa festa e da minha entrega a Deus. A missa foi presidida pelo padre Frank o nosso ex-professor de vida consagrada. Tudo no ambiente falava de festa: A decoração da Igreja, com a frase do Profeta Isaías que nós escolhemos, em lugar visível; o grupo coral que cantou maravilhosamente; as dançarinas, que nos brindaram a beleza dos seus gestos, sem nenhuma falham, e todas as irmãs e participantes nos diferentes momentos e ritos da Eucaristia, especialmente no rito da profissão religiosa.

A seguir foi o almoço na Comunidade Formadora do noviciado em Mahotas, um verdadeiro banquete nupcial. Foi preparado pelas mães e pais da família dominicana, que não pouparam sacrifícios nem trabalhos, com toda alegria e generosidade, para que a festa fosse inesquecível. Após o almoço fizemos o tradicional corte do bolo no meio do canto participado por todos os presentes.

A festa continuou num bom ritmo, agora seguiu o tempo recreativo acompanhado pelas danças, músicas, poesias e entrega dos presentes, o que para nós simbolizou a alegria e amizade que as pessoas têm connosco, conselhos também fizeram parte da festa.   

Numa festa como esta ninguém fica cansado, porém nunca foi nossa,  e ele ia-se embora, contudo os convidados, amigos e familiares começaram a despedir-se por volta das 17:00, assim ia-se  marcando o fim da festa, todavia a juventude deu continuidade com a música.

Neste dia, senti-me muito feliz por me saber chamada por Deus no meio do povo, não somente a felicidade fez parte da cerimónia, embora estivessem presentes o meu pai a minha irmã-mãe e seu marido e a filha, senti a falta da minha mãe e de alguns irmãos que pelos transtornos causados pelo acidente não puderam tomar parte comigo, saudades de continuar na incubadora da casa mãe-formadora para ser eu mesma na caminhada e pensar nos novos desafios que me esperam. Portanto conto sempre com as vossas orações, conselhos e ajuda.

A todas endereço o meu muito obrigado por tudo, sempre conto convosco.
  
Maputo, 21 de 02 de 2012
Gilda Zacarias Húo

Fotogalerias

Bairro 6 de Maio
Casa Provincial
Colégio Flori
Capítulo
Fundadores
Moçambique
Mocambizade
Peregrinação Fátima
Retratos de Família
Semana Santa Moçambique