banner_dominicanas1 banner_dominicanas2 banner_dominicanas3 banner_dominicanas4 banner_dominicanas5 banner_dominicanas6 banner_dominicanas7

Nosso sonho: «ter comida para todo o ano»

O Distrito de Milange é um distrito muito fértil, e é considerado o celeiro da Província da Zambézia, em Moçambique, abastece com o milho, feijão, arroz e outros produtos agrícolas a outros distritos e ao vizinho país de Malawi. Porém no intervalo entre uma colheita e outra é geralmente “tempo de fome” toda a população, especialmente para as crianças sentem com força a fome, e muitas ficam desnutridas. 

 

 

A enfermaria de Pediatria do Hospital Distrital neste tempo fica cheio de crianças com desnutrição grave, algumas muito complicadas, associadas com outras doenças. Os doentes crónicos especialmente as pessoas com HIV/SIDA perdem peso e tomam os medicamentos muitas vezes sem comer.

Muitas famílias, por falta de recursos financeiros dão aos bebés, menores de 6 meses órfãos  de mãe, gêmeos ou trigêmeos, papa de milho, refresco  quimico diluido ou gasosas que não alimentam e não consegue digerir, como consequência muitos bebés ficam doentes e desnutridos.

Os trâmites na Ação Social precisam de documentos da mãe, uma alta percentagem delas não tem, se alguma familia consegue fazer os documentos, os trámites oficiais tem uma duração de 2 ou 3 meses para obter apoio de leite se tiver a oportunidade. Com a crise económica que Moçambique atravessa, as ajudas sociais estão suspendidas. A maioria das familias necessitadas, nem pensam em comprar leite para o bebé porque é muito caro e muitas vezes nem existe à venda na cidade.

Por que um Distrito fértil, celeiro da Província da Zambézia tem um alto índice de desnutrição nas crianças menores de cinco anos?

Muitas são as causas. Entre elas:

  • Agricultura de subsistência;
  • A venda dos poucos produtos ao vizinho país de Malawi, para comprar outras coisas, os meios de comercialização precária;
  • A População muito dispersa com estradas quase intransitavéis principalmente na época chuvosa;
  • Dificuldade para priorizar as necessidades das famílias;
  • Desconhecimento na utilização dos produtos da zona como o leite da cabra e leite de soja;
  • Dificuldade para conservar os produtos das colheitas até o fim do ano;
  • Costumes e hábitos alimentares rotineiros.

 

 

O trabalho é grande na mudança da mentalidade nos hábitos alimentares e passa por valorizar e promover a utilização dos produtos da zona, milho, feijão, soja, assim como a utilização do leite de cabra na alimentação das crianças e das famílias. A população não conhece a utilização e riqueza do leite de cabra, mas tem em suas mãos estes animais e outros da pequena espécie que não necessitam de muitos cuidados.

As famílias não conseguem conservar os alimentos para todo o ano.  Por vezes vendem todo o produto colhido para outras necessidades, outras vezes não conhecem sistemas de conservação das verduras para o tempo de fome.  Por isso, apostamos na formação da mulher em: economia doméstica, cuidado e alimentação das crianças, produção e conservação de alimentos.

Para a formação contamos com a participação de um Técnico de Agricultura da Escola Agrária de Milange e com a Equipa de Pastoral da Saúde da Paróquia e Missão de Milange da qual fazemos parte e com Pessoal de Saúde do Hospital Distrital de Milange.

O desafio é grande, a população está muito dispersa, com estradas danificadas, muitas vezes intransitavéis no tempo de chuva, a maioria da população é analfabeta, temos alto indice de casamentos prematuros e gravidez precoce. As raparigas não estão preparadas para formar uma familia nem cuidar dos filhos.

Porém, temos a esperança de que o pouco que semeamos Deus fará frutificar. Neste ano continuaremos com pequenos grupos de mulheres próximos da vila, e em tempo seco apostaremos entrar nas comunidades do interior. Que o Espírito dos nossos fundadores nos acompanhe neste sonho.


 

 

Irmã Fanny Caiza

Comunidade Ramón Zubieta

Milange - Moçambique

Fotogalerias

Bairro 6 de Maio
Casa Provincial
Colégio Flori
Capítulo
Fundadores
Moçambique
Mocambizade
Peregrinação Fátima
Retratos de Família
Semana Santa Moçambique